fbpx

ISO DUPLO

A questão do ISO na cinematografia digital é uma porta aberta para vários recursos. O mais recente é o Duplo ISO.

Como mostramos no nosso post anterior, a luz chega no sensor e passa por uma amplificação analógica. Em seguida, é convertida pelo conversor analógico-digital (ADC) em um impulso digital. Este é o ISO nativo. Se depois, recebe uma amplificação digital, temos os ISOs “puxados”. Então como é possível dois ISOs nativos?

O processo consiste em dois circuitos de amplificação analógica. Cada um deles gerando um ISO não amplificado digitalmente. Estes são os dois ISOs nativos.

Se, partindo do ISO nativo menos sensível (o de menor valor), formos subindo o ajuste de ISO na câmera, ou seja, aumentando o ganho digital, a qualidade da imagem vai ficando cada vez mais ruidosa e com menos qualidade de contraste e cores.

Ao atingir um patamar que usa o segundo ISO nativo (de maior valor e mais sensível) como base, a qualidade da imagem melhora notavelmente. Veja as imagens com ISOs 1000 e 1250 da Blackmagic Pocket 4K que usamos como exemplo neste post. Fica evidente a eficácia do segundo ISO.

Os dois ISOs nativos, no entanto, não se equivalem em eficiência. O ISO menos sensível tem mais qualidade de imagem e capacidade de receber ganho digital comprometendo menos o resultado.

A precursora do ISO duplo foi a Panasonic com a Varicam em 2015, de ISOs 800 e 5000. Outras marcas a seguiram e já têm câmeras com a tecnologia.

O sistema de DGO (Dual Gain Output) da Canon, presente na C300 Mark III e na C70, também parte de duas amplificações analógicas diferentes, mas não é ISO duplo. Ele junta as informações num arquivo só com ISO de grande amplitude dinâmica.

A tendência é que mais câmeras adotem o recurso. Traz melhorias na imagem, além de economizar tempo no set e orçamento de refletores.

Câmeras que já dispõem de ISO Duplo:
Panasonic AU-EVA 1 – ISOs 800 e 2500
RED Gemini 5K S35 – ISOs 800 e 3200
Blackmagic Pocket 6K e 4K – ISOs 400 e 3200
Sony FX9 – ISOs 800 e 4000
Panasonic Lumix BGH1 – ISOS 400 e 2000



Créditos das imagens usadas: @flmmakerIQ

Veja também nosso post sobre os recursos do ISO Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COPYRIGHT © 2020 MONSTERCAM. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS – Desenvolvimento: Doppiod